Blefarite é causa frequente de olho vermelho!


Sintomas como vermelhidão nas pálpebras, olho vermelho e irritação ocular podem estar relacionados a uma condição muito frequente no consultório do oftalmologista: a blefarite.

A blefarite é uma doença inflamatória crônica das pálpebras, acometendo de 37% a 47% dos indivíduos em alguns estudos. É uma das causas mais frequentes de doença da superfície ocular e de sintomas irritativos, como prurido, ardência e sensação de olho seco.

A etiologia é complexa e, embora não seja totalmente compreendida, sabe-se que a ação de bactérias e inflamação são fatores que contribuem diretamente para sua ocorrência.

A blefarite pode ser classificada como blefarite anterior ou blefarite posterior.

A blefarite anterior acomete a base dos cílios, com formação de crostas (com aspecto semelhante à caspa), por aumento de oleosidade (blefarite seborreica) ou por ação bacteriana (blefarite estafilocócica).

A blefarite posterior é secundária à disfunção das glândulas palpebrais de Meibomius, primária ou associada a outras doenças, como a rosácea. É a principal causa de olho seco evaporativo.

A seguir apresentamos algumas orientações gerais para o tratamento adequado dessa condição:

  1. A blefarite não tem cura, mas pode ser bem controlada com a manutenção adequada do tratamento indicado pelo médico oftalmologista.

  2. A higiene palpebral é a principal medida para melhora da função das glândulas acometidas, propiciando um filme lacrimal mais estável e alívio dos sintomas. Deve ser realizada diariamente, com o produto receitado pelo médico oftalmologista.

  3. Compressas mornas são eficazes para a melhora da drenagem das glândulas de Meibomius, principalmente se aplicadas por pelo menos 4 minutos e aquecidas a 45o Celsius.

  4. O uso de colírios lubrificantes é recomendado para o alívio dos sintomas de olho seco, com frequência estabelecida pelo médico oftalmologista, a depender da intensidade do quadro clínico, das atividades do paciente e de fatores ambientais.

  5. O uso de drogas anti-inflamatórias, antibióticos ou suplementação dietética com ácidos graxos pode ser útil em determinadas situações, determinadas pela avaliação médica oftalmológica.

Visite regularmente seu oftalmologista!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Nosso endereço:

 

Avenida Ibirapuera, 2907 Conj. 1601

Moema | São Paulo 

Ao lado do shopping Ibirapuera e da estação Eucaliptos do Metrô

Entre em contato pelos telefones
(11) 5535-2923
(11) 99217-9351
ou pelas mídias sociais 
  • Instagram ícone social
  • whatsapp-messenger-android
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page

Atendimento:

Segunda a Sexta - 8h30 às 18h30

Sabado - 8h30 as 12h

@2018 Oftalmoclínica Moema